Paraíba - 24-06-2018 15:42:15

Início » Notícias » Política » Ricardo discute políticas públicas para a reinserção de ex-presidiários na sociedade

Ricardo discute políticas públicas para a reinserção de ex-presidiários na sociedade

O governador Ricardo Coutinho se reuniu, na tarde desta terça-feira (15), na Granja Santana, com o novo presidente do Conselho Penitenciário da Paraíba, o procurador da República Antônio Edílio Teixeira, para discutir assuntos relacionados à reinserção de presos na sociedade após o cumprimento das penas. Também participou da reunião o procurador da República, José Godoy.

Na ocasião, foi abordada a implantação de um patronato na Paraíba, instituição multidisciplinar que auxilia o ex-presidiário na reinserção social. Também foi debatida a implementação de medidas de empregabilidade para os ex-presidiários e a mediação de convênio para que o Estado utilize o banco de dados de impressões digitais da Polícia Federal, dando, em contrapartida, o acesso e apoio para coleta eletrônica de impressões digitais dos presos do sistema penitenciário estadual.

Na oportunidade, o governador Ricardo Coutinho observou que há um elevado índice de retorno dos ex-presidiários aos presídios, muitas vezes porque não conseguem emprego e acabam retornando à criminalidade. Ele ainda lembrou que nas unidades da Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (Fundac) foi implantado o ensino de cursos profissionalizantes para jovens que cumprem medida socioeducativa terem novas oportunidades.

De acordo com o presidente do Conselho Penitenciário da Paraíba, Antônio Edílio Teixeira, a situação do preso, pós-cumprimento de pena, é algo que preocupa o país, já que, devido à falta de reinserção social, os ex-presidiários, fatalmente, voltam aos presídios. “Estamos querendo trabalhar em uma espécie de apoio para tentar assimilar o ex-presidiário no contexto social, para que eles tenham verdadeiramente a volta ao convívio com a sociedade, de forma digna. A criação do patronato na Paraíba vai auxiliar bastante neste aspecto. O patronato já funciona muito bem em outros estados do Brasil”, explicou.
Share
QR Code Business Card