Paraíba - 15-07-2019 19:15:53

Início » Notícias » Política » ‘Deputados querem ouvir João para definir posição sobre reforma da Previdência’, diz Efraim

‘Deputados querem ouvir João para definir posição sobre reforma da Previdência’, diz Efraim

O deputado Efraim Filho (DEM), comentou em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação, a expectativa para a reunião entre a bancada federal paraibana e o governador João Azevêdo (PSB). João participa de um encontro com a diretoria do PSB para deliberar a respeito da Reforma da Previdência.

A reforma também deve ser a pauta central do encontro com a Bancada, revelou Efraim. Ele disse que é importante ter o diálogo aberto especialmente nesta semana de definição do texto, já que um dos temas mais polêmicos é a inserção ou não dos estados e municípios na proposta.

“O governador tem defendido a inserção e muitos deputados querem ouvir isso para poder definir com convicção sua posição”, disse.

João alegou após reunião com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, na semana passada, que “os Estados e municípios, neste momento, estão fora dessa discussão. A posição dos governadores do Nordeste já está clara desde março, quando publicamos a Carta de São Luís, que consta os itens que entendiamos que precisavam ser retirados do debate e que foram excluídos do relatório. Entretanto, com a retirada dos Estados e dos municípios da Reforma da Previdência, o jogo praticamente foi zerado e esse diálogo precisa ser feito”, frisou.

Na oportunidade, o governador também defendeu uma uniformidade na proposta que está em tramitação na Câmara Federal. “Se cada ente aprovar sua reforma implicará em muitas Legislações diferentes, mas hoje é um dia importante e é mais um passo que está sendo dado na direção de encontrar um caminho que beneficie todo o país e não apenas a União”, comentou.

Efraim, alegou ainda que haverá espaços para tratar das metas e prioridades da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). “Os temas irão avançar num clima de serenidade, maturidade, deixando divergências político-partidárias à parte, desarmando o palaque. Quando se discute a Paraíba é a bandeira que nos une e estaremos construindo esse diálogo”, disse.

Plenário

Para Efraim, a votação deve acontecer e a expectativa é o destaque da inserção de estados e município é tema em aberto porque há resistências. O parlamentar citou o estado da Bahia como exemplo, onde o governador “diz que o texto da reforma não é bom, mas ao mesmo tempo quer que a Bahia esteja inserida”. Ele acusou o gestor de fazer “discurso populista e sem responsabilidade fiscal” e acrescentou outros estados que têm o mesmo pensamento, como Ceará e Piauí. A própria Paraíba está inserida, por meio da carta dos governadores, mas Efraim afirmou que João “já tem vocalizado a vontade de ter a Paraíba inserida no texto”.

QR Code Business Card