ComMídia

Paraíba 21/10/2017 03:10hs

Início » Notícias » Política » Ricardo diz que CG tem que resgatar história e ataca: ‘Queriam privatizar a água com terrorismo’

Ricardo diz que CG tem que resgatar história e ataca: ‘Queriam privatizar a água com terrorismo’

Durante o anúncio de mais de R$ 30 milhões em obras para cidade de Campina Grande, nesta segunda-feira (09), o governador Ricardo Coutinho (PSB), mandou uma mensagem de aniversário para a Rainha da Borborema, defendendo que a cidade precisa “resgatar a própria história”, e atacou a oposição, apontando orquestração para privatizar o fornecimento de água.

“O que me chama a atenção é que quem queria negar há poucos dias o fim do racionamento, hoje quer privatizar a água, deixando bem claro o que é que estava por trás de tudo isso. O desejo de entregar para a iniciativa privada uma área tão estratégica”, acusou o governador.

Ele disse que o plano engendrado pela oposição passou por uma onda especulativa que gerou insegurança.

“Nós vencemos o debate com todos aqueles que achavam que bastava a boataria, o terrorismo, para negar o direito básico às pessoas”.

Falando de futuro e esperança, o governador destacou que não iria usar o jargão conhecido, mas apontou que Campina Grande tem que resgatar muito da própria história. “A cidade tem uma autoestima rara principalmente nesses períodos”, disse apontando porém, o declínio econômico que a cidade vem sofrendo ao longo de décadas provocado pela política.

Ricardo afirmou que a política passou a utilizar Campina Grande com sua força em proveito próprio e não coletivo. “Recuperar isso é fundamental, Campina Grande hoje tem segurança hídrica, no dia 11 Boqueirão vai chegar aos 2 milhões de m³ de saldo e sem racionamento. Temos também investimentos importantes na mobilidade, política de lazer e convivência social, educação…”, disse.

Share
QR Code Business Card