ComMídia

Paraíba 21/10/2017 03:05hs

Início » Notícias » Cidades » Câmara de João Pessoa pretende reduzir número de honrarias

Câmara de João Pessoa pretende reduzir número de honrarias

As 25 honrarias concedidas atualmente pela Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) podem ser reduzidas para dez. Além disso, o arquivamento de projetos, que acontece a cada seis meses, será realizado no intervalo de quatro anos. Estes foram alguns dos detalhes debatidos pela Comissão que atualiza o Regimento Interno (RI) da Casa Napoleão Laureano. O grupo se reuniu na manhã desta quarta-feira (12), no Plenário Fernando Paulo Carrilho Milanez, no Anexo II da entidade.

“Finalizamos o Título 8 do documento, que trata do plenário (projetos, requerimentos, indicações, emendas, recursos, dentre outras questões) e adentramos no Título 9, no qual estão inseridas as honrarias da CMJP. Ao todo, já revisamos 207 artigos do Regimento, e os últimos 50, referentes a mais três Títulos, devem ser atualizados nas próximas duas reuniões”, adiantou o presidente da Comissão, João Corujinha (PSDC).

Baseado nos Regimentos das Câmaras de Recife (PE) e Teresina (PI), o grupo discutiu a possibilidade de o arquivamento das matérias em trâmite na Casa acontecer no final de cada legislatura, ou seja, ao término de um período de quatro anos. A prática realizada hoje determina que os projetos apresentados na CMJP que não conseguem atingir todos os trâmites, até alcançarem a aprovação ou rejeição por voto em plenário, são retirados de pauta e arquivados a cada seis meses.

Segundo João Corujinha, a CMJP possui muitas honrarias que receberam o nome de pessoas, personalidades de destaque na sociedade, e os vereadores e corpo técnico da Comissão que revisa o RI pretendem reduzir as 25 para dez, englobando as que têm nomes de pessoas numa só, que provavelmente será chamada “Comenda de Mérito em Cidadania e Direitos Humanos”.

Corujinha confirmou que, na próxima semana, a Comissão irá à Câmara Municipal de Natal, no Rio Grande do Norte. O objetivo será conhecer e utilizar o Regimento Interno da Casa Legislativa potiguar como parâmetro na reelaboração do documento que rege a CMJP, assim como foi feito em visita à Câmara de Recife. A data ainda será confirmada.

Share
QR Code Business Card